Dicas/Poesia da semana

——————————————————

Se não morre aquele que escreve um livro e planta uma árvore, com mais razão não morre o educador que semeia vida e escreve na alma.

      Bertold Brecht

——————————————————–
A Ecos da Palavra é uma revista literária e de arte online, com distribuição gratuita. A chamada para a próxima edição está aberta até 28/10.
——————————————————–
O SESC disponibiliza gratuitamente obras da literatura africana, árabe, asiática, europeia e judaica, traduzidas para o português. Tendo como pauta os movimentos migratórios para o Brasil, Literatura Livre colabora para difundir o acesso à cultura de diferentes países e estimular a leitura. Aproveite.
——————————————————–
.

OU ISTO OU AQUILO

O dono da usina, entrevistado, explicou ao repórter que a situação é grave. Há excedente de leite no país, e o consumo não dá para absorver a produção intensiva:— Uma calamidade. Imagine o senhor que o jornal aqui do município reclama contra a poluição do rio, que está coberto por uma camada alvacenta. Não é nenhum corpo estranho não, é leite. Estão jogando leite no rio porque não têm mais onde jogar. Os bueiros estão entupidos. A população, como o senhor deve saber, é insuficiente para beber toda essa leitalhada ou comê-la em forma de queijo, requeijão, manteiga e coisinhas.

— Insuficiente? Parece que a produção de crianças ainda é maior que a produção de leite.

— Numericamente sim, mas não têm capacidade econômica para beber leite. Têm apenas boca, entende? Então nada feito. Se falta dinheiro aos pais dos garotos para adquirir o produto, ainda bem que se joga o leite fora, em vez de jogar os garotos.

Carlos Drummond de Andrade

——————————-——————————–

Um parceiro. Uma bela leitura. Aproveite
—————————————————————
—————————————————————
Selecionados da Revista Brasil Nikkei Bungaku. Clique na imagem
—————————————————————
Livro, um amigo que não fala. Mas diz tanta coisa…
—————————————————————

Ler é viajar no tempo
É aprender aos poucos
Redescobrir a todo momento
Sentir-se livre para sonhar
Entre uma linha e outra, que
Mundos existem para conquistar
Perder-se na páginas da história
Rir, chorar, amar, odiar
E no final, ler é sempre uma vitória